Como escolher um seguro

A empresa decide quais as apólices que melhor se adequam à sua atividade específica. Há, no entanto, seguros obrigatórios como o de acidentes de trabalho, responsabilidade civil ou contra incêndios.

07-06-2018
A Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões, antigo Instituto de Seguros de Portugal, é o organismo a quem deverá recorrer para saber quais são exatamente os seguros requeridos no exercício de uma atividade industrial.

Os seguros para a minha atividade


«Aí poderá questionar concretamente, para a atividade que se propõe exercer e da forma que se propõe fazê-lo, quais os seguros que é obrigado a ter», explica o portal Todos Contam, que integra o Plano Nacional de Formação Financeira.

Fazer levantamento da oferta


Uma vez informado sobre os seguros a subscrever para o exercício da sua atividade industrial, o passo seguinte é fazer o levantamento da oferta existente no mercado, através, por exemplo, da consulta dos sites das diferentes companhias.

Autónomo ou em pacote


Existe a possibilidade de contratar cada seguro de forma autónoma ou fazê-lo em pacote. Seja qual for a opção, os cuidados a ter são os mesmos: verificar em detalhe as coberturas, as exclusões, o reembolso, entre outros aspetos dignos de relevo.

O seguro de acidentes de trabalho


Os seguros obrigatórios dependem da natureza do negócio da empresa e das circunstâncias em que estas vão ser exercidas. Existe, no entanto, um seguro que é transversal a todas as áreas de atividade industriais: o seguro de acidentes de trabalho. Independentemente da dimensão e do número de trabalhadores, este seguro é um custo com que contar numa empresa. O valor depende da apólice contratada e do risco inerente ao que é segurado, mas estima-se que em média possa rondar 1% dos valores totais a segurar.

Seguro contra incêndios e responsabilidade civil


O seguro contra incêndios é outro seguro inerente à atividade industrial, tal como o seguro de responsabilidade civil. Este último destina-se a cobrir o risco decorrente da obrigação de indemnizar terceiros, quer por danos causados pelo segurado quer por pessoas por quem este é responsável. Numa indústria, o seguro de responsabilidade civil geral pode cobrir uma grande variedade de riscos. Riscos numa atividade, como, por exemplo, a montagem de aparelhos de gás, ou numa profissão liberal, como advogado ou mediador de seguros.

Outros seguros


No caso de seguros mais específicos existe, por exemplo, o seguro de roubo (obrigatório para empresas privadas de segurança e entidades promotoras de exposição de obras de arte) e  o seguro de assistência a pessoas (obrigatório para empresas de animação turística e para operadores marítimo-turísticos).



SABIA QUE...
... pode dar mais segurança ao seu negócio protegendo os colaboradores da sua empresa? Conheça o Santander SafeCare Corporate, um seguro de vida de grupo com uma cobertura complementar de assistência médica: saiba mais aqui



Já recebe a e-newsletter Santander Advance Empresas?
Para receber gratuitamente
as notícias que interessam
a quem tem negócios,
introduza um endereço de e-mail:

CONTEÚDO RELACIONADO

EVENTO

Feira Auto Industry Summit México

Curso Online

Planear um Projeto

Curso Online

Saber Vender

Atualidade

Santander com novas soluções auto amigas do ambiente

Atualidade

Santander com novas soluções auto para empresas

Empresas TV

Lições do Lago dos Tubarões: Valor das Pessoas e para os Investidores

Empresas TV

Lições do Lago dos Tubarões: Fazer de Fraquezas Forças e Liderar pela Positiva