41 jovens empreendedores à boleia do Programa Explorer

Promovido pelo Santander Universidades, coordenado pelo Centro Internacional Santander Emprendimiento (CISE), e com o apoio da Universidade de Coimbra.

30-01-2019
programa_explorer_427
São 14 os projetos selecionados na segunda edição do Programa Explorer da Universidade de Coimbra. A partir de hoje, e durante 5 meses, 41 jovens empreendedores vão ser postos à prova e, recebendo formação de profissionais em inovação e modelos de negócio, têm a oportunidade de desenvolver os seus projetos, com um objetivo principal: viajarem até Silicon Valley e ganharem o prémio máximo.

Os jovens desta edição têm uma idade média de 21 anos, contando-se 14 mulheres, sendo que 39 dos apurados são estudantes e dois são trabalhadores por conta de outrem. A maioria dos estudantes é proveniente das áreas das engenharias e das ciências da saúde. VerticalMicros, SafeBlue, R€cycler, Unlimited Future, WEFAgro tool, TrashTech, ProstheticsforUs, FASTival, Family Plan, DuoFit, FluviPlaces, Scouter, NP (NoPaper) e Plataforma de Talento Jovem são os nomes dos 14 projetos inovadores.

Entre os projetos encontra-se um sistema parcialmente automatizado de cultura de microgreens, uma App dirigida à saúde mental para diagnósticos mais precisos, ou ainda uma solução baseada em crowdsourcing para otimizar a recolha de lixo urbano.

Este programa é promovido pelo Banco através do Santander Universidades e coordenado pelo Centro Internacional Santander Emprendimiento (CISE), contando, em Portugal, com o apoio da Universidade de Coimbra.

O vencedor desta etapa viaja para Silicon Valley, a referência mundial em inovação, onde irá visitar empresas tecnológicas de ponta, obtendo consultoria em internacionalização e contactando com investidores. Ao regressar de São Francisco pode habilitar-se a um dos três prémios finais (30 000, 20 000, e 10 000 euros) para acelerar o desenvolvimento do seu negócio.

Graças à colaboração da Fundação EY, o programa Explorer também conta com o prémio Woman Explorer Award que oferece 20 000 euros para financiar o melhor projeto liderado por uma empreendedora. Há ainda o prémio de inovação Disruptive Technology Explorer Award – promovido pela INDRA -, que premiará com 3 000 euros e a assessoria de profissionais da Indraventures o projeto com a solução mais inovadora.

Durante o período de desenvolvimento do projeto, os jovens selecionados podem assistir a sessões práticas e workshops de design thinking, criatividade, finanças, liderança, marketing ou comunicação – 30 horas de formação especializada – dadas pelos profissionais que formam a rede de especialistas do programa Explorer. Cada projeto contará com o apoio personalizado de um tutor voluntário que contribuirá com a sua experiência, apoio e contactos.

O programa Explorer Jovens empreendedores, integrado na rede Santander X, tem como objetivo potenciar o talento jovem, o espírito empreendedor e o desenvolvimento de projetos inovadores num ambiente digital, aberto e colaborativo, em colaboração com mais de 150 instituições públicas e privadas como a Fundação EY, Indra, Secot e Netberry.

O Banco Santander, a empresa que mais investe no apoio à educação no mundo (Relatório Varkey/UNESCO–Fortune 500) mantém mais de 1 100 acordos de colaboração com universidades e instituições académicas de 21 países através do Santander Universidades e, através da rede Universia, agrupa mais de 1 300 instituições académicas ibero-americanas.



CONTEÚDO RELACIONADO

Curso Online

Criar um Produto Digital

Atualidade

Nova Linha de Crédito Descarbonização e Economia Circular

Atualidade

Negócios é Portugal em Coimbra

Empresas TV

Inovação em Portugal: indústrias, propriedade intelectual e emprego

Empresas TV

Inovação em Portugal: transformar conhecimento em bens transacionáveis