Santander Totta promove seminário e relações económicas entre Portugal e Marrocos

Mais de meia centena de empresas portuguesas integraram este evento empresarial em Casablanca, que teve como anfitrião o primeiro grupo bancário marroquino participado pelo Banco Santander.

Da esquerda para a direita: Francisco Manuel da Fonseca Xavier Esteves, embaixador de Portugal em Marrocos; José Reig Echeveste, director-geral-adjunto do Banco Santander e consultor do Attijariwafa Bank; Mohamed El Kettani, presidente do Attijariwafa Bank Marrocos.

Com o lema 'As Relações Económicas entre Portugal e Marrocos', o Banco Santander Totta organizou, a 2 de Abril de 2014, um seminário destinado às empresas portuguesas com interesses naquele mercado do norte de África, bem como a empresas marroquinas que pretendem investir em Portugal. O seminário, no qual participaram cerca de 60 empresas, decorreu em Casablanca, na sede do Attijariwafa Bank, o primeiro grupo bancário marroquino, participado pelo Banco Santander.

Esta iniciativa foi promovida sob a chancela do International Desk Portugal, a área especializada do Banco Santander Totta, liderada por Luís Santos, que tem como objetivo apoiar a internacionalização das empresas, tanto estrangeiras com interesse em investir em Portugal, como empresas portuguesas que procuram instalar-se no estrangeiro. Isso é feito através de uma estrutura de apoio coordenada entre as distintas unidades que integram o Banco Santander em todo o mundo, graças à orientação de profissionais, que prestam toda a ajuda necessária.

Em análise neste evento estiveram três principais temas:

  • Atrair a atenção das empresas portuguesas para Marrocos e para África em geral, aproveitando a porta de entrada que este país representa, tanto em termos de comércio, como de investimento;
  • A necessidade das empresas marroquinas e portuguesas de conjugarem os seus conhecimentos e experiência através da promoção de joint-ventures em Marrocos e no continente africano em geral;
  • A importância do acompanhamento bancário em todo o processo de internacionalização da empresa, a mitigação de riscos das contrapartes e a disponibilidade de financiamento, tanto local como internacional.

Attijariwafa Bank acolhe empresas portuguesas

O presidente do Attijariwafa Bank, Mohamed El Kettani (na foto, à direita), assegurou a abertura da sessão, num painel de oradores que contou ainda com a presença de Francisco Esteves, embaixador de Portugal em Marrocos (na foto, à esquerda); de Rui Cordovil, representante da AICEP e de José Reig, representante do Santander no Attijariwafa Bank (na foto, ao centro), que explicou a parceria estratégica entre as duas instituições e as vantagens da mesma para os clientes de ambos os bancos.

O Attijariwafa Bank, banco participado pelo Grupo Santander em Marrocos desde 1993, é o 1.º do país, o 6.º de África em termos de ativos e o 5.º em lucros. Há 20 anos que as duas instituições colaboram em conjunto na criação de oportunidades de negócio para os seus clientes.

A estabilidade económica de Marrocos, com um crescimento médio de 4,5% nos últimos 5 anos, e o facto de ser a 2ª maior economia no Magrebe e a 6ª de África, fazem com que aquele país tenha vindo a adquirir cada vez mais peso no âmbito das empresas portuguesas no exterior. Atualmente, existem mais de duas centenas de empresas portuguesas já a trabalhar com aquele mercado.

CONTEÚDO RELACIONADO

EVENTO

CCILM promove participação portuguesa na Aerospace Summit México

Atualidade

Nova Linha Regressar Venezuela

Atualidade

Professores e investigadores podem usufruir do Programa de Bolsas Santander Investigação

Empresas TV

Panamá, uma economia emergente

Empresas TV

Multiculturalismo: Contributo da China para a Economia Global